Isto não é Taça da Liga!


O Marítimo pagou a factura num jogo em que Guarín fez notar a subida de impostos. O colombiano recuperou bolas, empurrou a equipa para a frente e antes de marcar um grande golo, já tinha marcado um golaço!

Na primeira meia hora, o Futebol Clube do Porto voltou a não estar ao seu melhor nível, para além da ausência da locomotiva da esquerda Álvaro Pereira e da ausência de El Tigre, hoje Belluschi não teve nos seus melhores dias e a ausência da sua capacidade combativa e pressionante originou uma exibição menos exuberante do Porto. Neste período apenas conseguiu criar uma oportunidade clara de golo, um cabeceamento de James por cima da barra.

Mas no minuto 37 apareceu o momento electrizante que a equipa precisava, uma bomba a 40 metros entrou no ângulo da baliza do Marcelo Boeck, o fogueteiro de serviço foi Fredy Guarín. No finalzinho da primeira parte ainda houve tempo para uma assitência de calcanhar de Guarín para Moutinho, mas a bola foi na direcção do poste.



Na segunda parte, reentrámos razoavelmente bem e aos 60 minutos Hulk agradeceu a assistência de James com um golo de classe. 

Aos 70 minutos, Sapunaru sofre falta, Sapunaru fica lesionado, Sapunaru vê o amarelo, Sapunaru e eu ficamos perplexos. Xistra marcou inexplicavelmente livre a favor do Marítimo e os madeirenses reduziram o marcador.

Mas com um Guarín assim, não há “xistrema” que funcione, o médio do FC Porto cinco minutos depois recebeu a bola, rodou sobre si próprio e marcou um golo de classe. Festejou com um chapéu típico da Colômbia e Xistra respondeu com um amarelo atípico no futebol.

Aos 80 minutos, Hulk isola-se e… assiste James, golo do puto, festejos efusivos de Villas Boas no banco e de Pinto da Costa na bancada, os “encarnados” da Madeira saíram do Dragão com uma goleada no saco.


Tempo ainda para o regresso de um ex-mal-amado, um profissional exemplar, um dos capitães, um persistente. Mariano Gonzalez, o reforço de Inverno.
  
O Futebol Clube do Porto segue pressionado, uma pressão à distância. 11 pontos, dois dígitos.

Nota: Aos 49 minutos terá sido cometida falta sobre Belluschi na área do Marítimo, mas não tivémos direito a repetição, a única coisa que foi repetida, foi a atitude do canal televisivo ao não repetir de novo um fora-de-jogo marcado a Mariano quando este ficava na cara do guarda-redes.

 photo anuncio.jpg

 photo anuncio.jpg

4 comentários

  1. caríssimos,

    é com vitórias suadas como a de ontem - principalmente num terreno de jogo muito inclinado pelo Xistrema - que se fazem os Campeões!
    e acredito que vamos sê-lo, esta época! ;)

    por último e não menos importante, a «pressão» está de novo no lado do sr. Chiclete.

    saudações PENTAcampeãs!

    Tomo I

    ResponderExcluir
  2. Excelente vitória com golos fantásticos! Não se podia pedir mais na noite de ontem.

    Venha de lá essa 2ª volta!

    Agora é importante vencer os próximos 4 jogos antes da deslocação a Braga (Naval/Dragão, Beira-Mar/Aveiro, Nacional/Dragão e Rio Ave/Dragão).

    Vamos a isso PORTO!

    ResponderExcluir
  3. Um pequeno comentário para o regresso do presidente Pinto da Costa. Fizeram-lhe bem as férias, está em grande forma, só espero que ele não tome medicamentos iguais aos do João Jardim, pois necessitamos dele mais alguns anitos.

    ResponderExcluir