Desafiar a história..e o destino



O Futebol Clube do Porto terá a partir das 19h45 desta Sexta-feira um dos jogos mais desafiantes e aliciantes da sua história: irá defrontar, segundo muitas opiniões, a melhor equipa da de sempre no mundo do futebol.

Para o nosso oponente só podem existir elogios, grande treinador, grandes jogadores, enorme equipa… é mais que um clube.

Vencer este Barcelona é uma missão que parece impossível, muitos são os adversários que tentam encontrar estratégias para anular esta equipa e quase todos acabam por ser mal sucedidos. É portanto, um jogo perfeito para este plantel azul-e-branco honrar alguns momentos históricos do clube em que apesar das missões quasi-impossíveis e de favoritismos absolutos de adversários, os heróis do nosso clube conseguiram libertar a chama do Dragão e uma vez mais surpreender o universo do futebol, esse universo nunca aprende: o Futebol Clube do Porto não é um “tubarão” (dinheiro, poder, etc.) do futebol mas é inquestionavelmente um colosso (grandes equipas, grandes vitórias e palmarés).

Se vencer a Supertaça Europeia, Vítor Pereira assume-se como “o” treinador de todos os portistas, se não o vencer algumas dúvidas que pairam no ar vão acentuar-se, mas perdendo ou ganhando vai ser sempre o mesmo. Será que teremos mais um treinador-revelação a nível internacional como treinador do Futebol Clube do Porto? 

Esta Supertaça Europeia poderá dar-lhe alguns "pontos", os restantes terá que conquistar ao longo da época...

Não vou falar em onzes porque mais do que os nomes que vão entrar em campo o que gostava de ver era, e seguindo a ideia do nosso treinador, uma equipa inspirada, bem organizada colectivamente e com exibições individuais repletas de portismo. Sem querer falar em nomes de referir apenas o nome de Sapunaru, um Dragão romeno que em grandes jogos já foi capaz de fazer grandes e contagiantes exibições, cheias de entrega e coragem. Sobre Kléber, tenho um bom pressentimento, pode ter falhado um par de golos rapaz mas tem trabalhado muito bem para a equipa,  e no final do jogo da Supertaça disse que ia marcar ao Barcelona…

Defrontaremos um gigante, mas convém não esquecer já conquistamos uma Supertaça europeia com a preciosa ajuda de um corajoso e talentoso jogador com 1 metro e 59 centímetros, um bom exemplo!


Vítor Pereira:

«Não viemos ver o Barça jogar»

«Acredito claramente que podemos ganhar»

«A melhor equipa que vi jogar na minha vida é este Barcelona.»

«Elogios de Guardiola? Vindo de quem vem, sabe bem»


Guardiola:

 «É uma honra jogar a final com o Porto»

«Não se esqueçam: o F.C. Porto é uma equipa muito forte, muito física e que faz tudo bem. Vão vê-lo amanhã.»

«Gostaria de ter muitos jogadores do F.C. Porto»

Preparados?!

Eu vou apostar na nossa vitória, porque afinal de contas..

SOMOS PORTO, E VAMOS VENCER!


 photo anuncio.jpg

 photo anuncio.jpg

6 comentários

  1. Não dás tu o 11? Dou eu.. :P

    Jogava com: Helton; Sapunaru, Otamendi, Rolando, Fucile; Fernando, Souza; Guarín, Moutinho; Belluschi; Hulk.

    Se houvesse Álvaro e James seria diferente, claro. Não havendo, este seria o meu 11.

    Não compro a conversa da identidade..estamos a falar da melhor equipa da história do futebol. Só.

    Entrar em 4-3-3 (como eu acho que o Vítor Pereira vai entrar) é quase suicídio, principalmente com Varela na pior forma de sempre e Kleber verde..mas vamos ver.

    FORÇA PORTO!!

    ResponderExcluir
  2. caríssimo(s),

    hoje, independentemente do resultado final, seremos Porto! sempre!


    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo II

    ResponderExcluir
  3. Boas!

    Devo dizer que gosto imenso deste blogue!

    Podem adicionar os meus aos vossos links? Eu prometo que retribuo :p

    http://davidjosepereira.blogspot.com/

    Saudosos cumprimentos!

    ResponderExcluir
  4. Qualquer Portista aposta na vitória do seu clube mas qualquer pessoa sabe que a hipótese disso acontecer é baixa.
    Mas é também por isso que o futebol tem o encanto que tem e desperta tantas emoções e paixões. É que nem sempre ganha a maior nem a melhor equipa. É a imprevisibilidade dos resultados que torna este desporto tão atractivo.
    Por isso... eu hoje aposto na derrota da lógica.



    Avivar

    ResponderExcluir
  5. caríssima(o),

    tenho um imenso orgulho em ser Portista, car@go!
    ante o todo-poderoso Barça, fomos Porto!


    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo II

    ResponderExcluir
  6. Já se esperava que o jogo de ontem seria difícil, contra uma equipa que poucos apelidam como sendo a melhor do mundo.
    Uma equipa que se dá ao luxo de ter Busquets e Fabregas no banco, é exemplo da equipa que estamos a falar.

    Na realidade, o resultado que eu esperava era 2-1 para o Barça, tendo em conta o valor das equipas, mas como qualquer portista, tinha uma ponta de esperança que o resultado fosse ao contrário.

    Iniciada a partida, vi um Porto pressionante, a ocupar espaços e a encurtar o campo de forma a parar o jogo de passes do Barcelona. Até ao deslize do Guarín posso dizer que acreditei vivamente que podiámos trazer o caneco para casa.

    Após esse golo, o Porto continuou a disputar o jogo, principalmente no ínicio do segundo tempo. Até ao minuto da falta sobre Guarín na área (já esperavamos que essa coisa dos penaltys não acontece contra o Barcelona). Mas a expulsão do Rolando deitou tudo isso por terra e o segundo golo foi natural de acontecer.

    No final fico orgulhoso com a minha equipa, que se bateu contra um adversário que claramente tem mais recursos do que o meu FCP.

    Como alguns comentadores e imprensa estrangeira disseram… vimos uma final da Supertaça que pode bem ser a final da Champions League… gostava…

    Mais na revolta em http://revoltazulebranca.com

    ResponderExcluir