Com sabor a derrota



Com a maior frieza que o passar das horas trás, acho que já estou capaz de escrever alguma coisa em condições. Ou pelo menos tentar.

Devo admitir que não consegui ver a 1ª parte por inteiro. Vi e ouvi a espaços, mas pareceu-me que estivemos sempre por cima. Infelizmente não materializámos essa superioridade em golos, e isso, em alta competição, paga-se caro. 1-0 ao intervalo era curto para o que se tinha passado nos primeiros quarenta e cinco minutos.

Fucile, que foi o pior em campo, perdeu um golo feito. Ou melhor, o Artur fez uma defesa impossível. Passa muito por este brasileiro a subida de nível da parte "deles".

Hulk fez uma primeira parte de bom nível, mas só isso. Na segunda, parece-me que rebentou. Aliás, pareceu-me que tanto ele como o Álvaro jogaram com limitações físicas óbvias. Infiltrados, provavelmente...

Kleber fez um golo à ponta de lança, para Mano Menezes ver..

Na segunda-parte foi diferente. Entramos mal e praticamente na primeira jogada de ataque deles, fomos penalizados com o empate. Foi o primeiro 'enterranço' a sério do Fucile...

3 minutos volvidos e voltámos à liderança no jogo. E aqui, quanto a mim, começou a saltar à vista a grande diferença entre o Porto do ano passado e este Porto.

Aquilo cheirou a Jesualdo.

O ano passado marcávamos e íamos para cima deles, ainda com mais força. Este ano, marcámos e..recuámos. Lembro-me de ver, aos 70 minutos, o Helton e o Moutinho a "queimar" tempo. Não se admite. O Porto não é isto, os Portistas não gostam disto..e o Dragão detesta. Já devias saber, Vítor.

Com esse adormecimento, fomos naturalmente penalizados com o empate. Grande golo de Gaitán, um grande jogador.



DESTAQUES INDIVIDUAIS

+ Guarín, Fernando e Otamendi: os melhores do nosso lado. O primeiro acabou por ser inexplicavelmente substituído, mas enquanto esteve em campo foi um autêntico tractor. O Brasileiro limpou praticamente tudo o que lhe foi aparecendo á frente (quando está bem física e psicologicamente, o "Polvo" é imprescindível!) e o Argentino para além de ter marcado um golo, empurrou a equipa para a frente várias vezes.

+ Kleber: fez um bom golo e correu o tempo todo. Até demais, secalhar...

- Fucile: dizer o quê? Completamente desastrado. Não acertou uma. Fartou-se de fazer fitas, mas jogar à bola que é bom, nada. Cardozo bem que tentou agredi-lo, sem sucesso. Quem foi ao Dragão é que saiu de lá com vontade de o agredir, certamente. Quando Sapunaru estiver bem fisicamente, parece-me que o Uruguaio vai sentar.



- Vítor Pereira: tem de ser. Esteve mais uma vez mal na substituições. Aquela do Guarín faz-me lembrar as substituições nas camadas jovens, que já estão pré-feitas antes do jogo começar. X jogador sai, quer jogue mal..quer jogue bem. Foi o que aconteceu hoje com o Freddy, que naquela altura era simplesmente o melhor em campo. O Kleber saiu claramente com limitações físicas, já não dava mais..mas o Freddy estava cheio de pica. Deu para ver na cara dele que saiu 'fudido'.Vítor Pereira não esteve bem hoje, tal como não esteve bem em Aveiro. O próximo jogo em São Petersburgo vai ser muito importante...


- Público: eu não fui ao Dragão. Mas diz-me quem foi que foi vergonhoso ver a debandada de Portistas após o golo do empate deles, que aconteceu aos 82'. É uma mania muito nossa, "saír 5 ou 10 minutos mais cedo para não apanhar a confusão". O que é certo é que, visto lá de dentro, não deve ser muito motivador ver o pessoal a sair antes do apito final...

Penso que acaba por ser um resultado justo. Duas equipas muito equilibradas nesta fase da época.

Jorge Sousa (a par do Proença o melhor árbitro Português) esteve bem. Para mim, o lance do Cardozo vs Fucile (que pelos vistos é o mais polémico) foi bem ajuizado. É certo que a intensidade com que o Cardozo acertou no Fucile é a mesma que o James acertou no Rabiola..mas percebo a decisão do árbitro.

Agora é levantar a cabeça e ganhar na Rússia.

Só.

 photo anuncio.jpg

 photo anuncio.jpg

6 comentários

  1. caríssimos:

    é inacreditável sofrer um golo a partir de um lançamento de linha lateral... a nosso favor!
    e poderia relevar este empate se não tivesse ocorrido frente ao nosso maior rival.
    assim, acho que foi muito demérito da nossa parte o termos concedido. e que, para mim, tem o sabor amargo da derrota. e que fará com que passe uma noite (pelo menos) em claro.

    bom final-de-semana para todas(os).


    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo II

    ResponderExcluir
  2. a única coisa que não gostei no treinador foi o discurso mole no final a deixar ir pela ladeínha dos habituais periodistas (como disse o Fucile) que só querem fazer titulos pomposos com os mouros.

    empatar em casa com o Benfica é mau e ponto final... somos superiores e fomos superiores em quase todo o jogo... vamos mostrar na Luz a eficácia que faltou com um dominio e controlo ainda maior do jogo.

    ... sem dramas, sem choradinhos... sem alinhar com os desalinhados que querem colocar tudo em causa após os 1ºs 2 pontos desperdiçados!

    nisso o Vitor está a pôr-se ajeito. tinha que vir no final bater no árbitro, bater nos jogadores, bater no adversário... mas nunca com discurso de coitadinhos.

    tudo o resto foi futebol:

    - entrada forte
    - dominio e controlo absoluto na 1ª parte
    - benfica amedrontado claramente na 1ª parte
    - duallida de de critérios de arbitragem e erros pontuais.
    - a habitual violencia tolerada de MAxi, Luisão, Javi, Cardoso...
    - entrada razoavel na 2ª parte com um golo fortuito...
    - a equipa treme mas reage
    -depois caimos num excesso de confiança e displicencia...

    ..algumas habilidades pelo meio, tentativas de toques bonitos, pouco pé nas entradas, espaço a frente dos centrais, o benfica a ficar com as 2ªs bolas, Hulk e Varela a ficar a ver correr

    --- e a saida do Guarin que não resulta mas compreende-se

    --- as seguintes substituições voltam a não resultar porque foi para repor o ponta de lança na equipa e reequilibrar o ataque depois do cenário da vitória estar posto em causa.


    ... e 2 golos de PISSSO...

    - uma perda de Hulk e Fucile a dormir no primeiro, com ressalto na área e a bola a passar por onde nunca passa... por baixo do hélton, meio embrulhada

    - uma xuto para qualquer lado a apanhar o Fucile de surpresa com o adversário rapidissimo nas costas que dá o 2º golo


    tenho dito

    ResponderExcluir
  3. Boas

    Não vale a pena dramatizar, até porque ainda somos lideres, mas hoje estou oficialmente preocupado.

    O Vítor Pereira dá ideia de estar meio perdido (isso é o que me preocupa), esperemos que ele consiga dar a volta. Os próximos jogos são importantes para o Porto e especialmente para ele.

    Colocar os melhores e Inventar o menos possível parece-me ser uma excelente ideia neste momento.


    Abraço

    http://100porcentodragao.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  4. Com muita pena minha sou obrigado a dizer que na temos treinador para esta época.

    ResponderExcluir
  5. V.P. não tem estofo...

    ResponderExcluir
  6. Mais uma vez digo: VP é um dos melhores treinadores Portugueses. Deem-lhe tempo e verão. Toda a gente aprende com os seus erros.
    O AVB não ganhou tudo por conta própria no ano passado... Lembrem-se disso...
    Lembrem-se também que estamos em 1º lugar e já ganhamos 1 titulo esta época.
    Perdemos contra o Barcelona o outro mas ninguém se pode queixar do jogo.

    ResponderExcluir