Carta aberta aos dirigentes do Futebol Clube do Porto e aos administradores da Futebol Clube do Porto - Futebol, SAD


Exmos srs,

Escrevo-vos esta carta, enquanto sócio e adepto daquele que, para mim, é o melhor clube do mundo, o Futebol Clube do Porto. Escrevo-a porque são os srs. que comandam os destinos do clube que eu amo e, por maioria de razão, os derradeiros responsáveis por tudo, de bom ou de mau, que acontece no clube.

Olhando para trás, não me posso queixar: vivi a conquista de uma Liga dos Campeões e falhei outra por meros oito dias, uma Taça Uefa, uma Liga Europa, uma Taça Intercontinental, uma Supertaça Europeia, um penta, um tetra e um tri e mais uma série de campeonatos, Taças de Portugal e Supertaças. Pelo facto, agradeço-vos.

Ainda assim, permitam-me que teça alguns comentários sobre o que se vem passando no clube nos últimos anos. Desde muito novo fui habituado a ouvir os maiores elogios à estrutura do clube. Cresci, portista, sabendo que ninguém sequer se atrevia a "pisar-nos os calos", sem perder pela demora e levar uma resposta cabal. Acostumei-me a um clube onde os atletas e os técnicos eram protegidos e defendidos a qualquer custo, com os dirigentes a dar a cara. Hoje só aparecem nos bons momentos ou em entrevistas encomendadas. Quando não convém, fogem como ratos. Não era nascido quando perdíamos os jogos logo depois de passar a ponte, mas vivi com especial prazer o tempo em que bastava atravessá-la para por "Lisboa a arder". Cresci a admirar o Porto, a viver o Porto. A idolatrar o Vítor Baía, o Kostadinov, o Domingos, o Jardel, o Deco ou o Lucho Gonzalez. A ver monstros sagrados do meu querido clube a sofrer dentro de campo tanto ou mais do que eu, fora dele, a ver os jogos, como o Jorge Costa ou o João Pinto.

Todavia, não posso deixar passar em claro aquela que tem vindo a ser a estratégia seguida pelos senhores nos últimos anos. Para além de uma gestão financeira ruinosa, baseada em gastar aquilo que se tem e não se tem e altamente dependente de vendas de altetas, com consequências, não só na SAD, mas também no clube - e que desgosto me deu ver o Pedro Gil pedir para lhe pagarem o que lhe deviam após marcar um golo -  torna-se evidente o desleixo com que se tem gerido a parte desportiva. De facto, numa altura em que gastámos dinheiro como nunca no reforço do plantel, vemos que este tem sido construído de forma totalmente desequilibrada. Falcao, que nunca teve suplente à altura foi substituído por... Kleber. Moutinho por Herrera. James por Licá, que nem extremo é. Fernando não tem alternativa desde o tempo da televisão a preto e branco. Danilo e Alex Sandro jogam sempre porque não há ninguém para jogar no lugar deles. Houve 9 milhões para contratar um central, quando tínhamos quatro no plantel e, pelo meio, vender metade do seu passe a um fundo de quem não se conhecem os donos, mas não houve para um extremo de alto nível. Castro brilha por onde passa, mas como não custou 8 milhões, nem oportunidades tem. Temos a defesa mais cara da nossa história e, arrisco-me, de todo o futebol português, e sofremos golos como há muito não sofríamos.

Somos cada vez mais um entreposto de atletas. Eles vêm e vão, perdendo-se assim a mística do Futebol Clube do Porto. Compreendendo eu a necessidade de vender, não posso aceitar a forma como o portismo foi arrasado do clube. Quando eu era miúdo, e, dada a minha total inabilidade para dar uns chutos na bola, ia para a baliza e defendia uma bola, (ou ela me batia, para ser mais exacto), eu gritava BAÍÍÍÍÍÍÍÍÍA. Quando o Porto jogava mal, eu via um Jorge Costa a mandar dois berros dentro do campo e a por toda a gente em sentido. Hoje não. Os srs. deram uma tremenda machadada na garra do Porto e, como se não bastasse, ainda conseguiram limpar do clube a maioria destes símbolos. Jorge Costa foi empurrado para fora do clube de forma vergonhosa. Voltou, mesmo assim, e... fizeram-lhe o mesmo. A Vítor Baía, prometeram-lhe um jogo de despedida. Até hoje. Jardel pediu que lhe fizessem o mesmo. Foi ignorado. Deco, numa pausa do campeonato brasileiro foi melhor recebido em Barcelona do que no Porto. Lucho, inclusivamente, saiu por se sentir parte do problema e incapaz de o resolver sozinho. E poderia continuar, mas não vale a pena.

É chegada a hora de mudar alguma coisa. É chegada a hora de acabar com o disparate. É chegada a hora dos dirigente principescamente pagos e que até prémios por segundos e terceiros lugares já se arrogaram a receber, fazerem por merecer esse ordenado. É chegada a hora de acabar com os parasitas que vivem à custa do clube. É chegada a hora de acabar com comissionistas, empresários amigos, filhos e ex-cunhados. É chegada a hora de tornar o Porto financeiramente viável. É chegada a hora de respeitar os atletas das modalidades e o ecletismo do clube. É chegada a hora de acabar com as negociatas com fundos obscuros. É chegada a hora de honrar os nossos símbolos. E, acima de tudo, é chegada a hora de respeitar aqueles que gastam o seu dinheiro e o seu tempo com o clube, aqueles que vos dão o dinheiro que vos alimenta os vícios e vos enche os bolsos, aqueles que são, apenas e só, Portistas. Por amor e convicção. Esta é a pior época dos últimos trinta anos. Mude-se, então. E, já agora, alguns dos srs., mudem-se. Daqui para fora. Para bem longe do meu Porto. Para que vergonhas como a de ontem não se repitam.

Com os melhores cumprimentos,
João Ferreira

 photo anuncio.jpg

 photo anuncio.jpg

22 comentários

  1. k tem a ver o pedro gil com a sad? não percebo a mania de misturar alhos com bugalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro anónimo, repare no título do post "Carta aberta aos dirigentes do Futebol Clube do Porto e aos administradores da Futebol Clube do Porto - Futebol, SAD"
      Como pode reparar não é só à SAD que se dirige a carta.
      Convém ler tudo :)
      Abraço

      Excluir
  2. Uma carta aberta lúcida, certeira mas que não conta tudo. Como em tudo na vida, as pessoas só abrem os olhos quando estão perante o abismo. É assim a história dos homens em todo o lado e em todas as épocas. Ai se eu soubesse…

    O maior problema é que quando abrimos os olhos já não há
    soluções totais mas apenas soluções de improviso, mas que no fundo já não conseguem resolver o fundo dos problemas.
    Já vem tarde e a más horas.

    ResponderExcluir
  3. Não podia estar mais de acordo com esta carta.
    Parabéns ao emissor.
    Portistas, esta na hora de sacudir caraças...

    ResponderExcluir
  4. Carta aberta muito eloquente e concisa. Vivi tb momentos inúmeros como o João, e após ler todas as suas criticas, atreverme-ia ainda acrescentar como é possivel responsáveis de claques terem ja tb salários e lucros com passes de jogadores. Somos e seremos sempre Porto, mas nunca á figura ou com a imagem desta actual SAD e gestores do F.C. Porto!
    É altura de o(ainda acredito) magnânime Jorge Nuno Pinto da Costa, separar trigo do joio, e de uma vez por todas afastar filhinhos, familiares que se lançaram como empresarios de coisa tão barata e foleira. Erga-se de novo o Dragão!

    ResponderExcluir
  5. Muito bem escrito! Não podemos estar sempre a vender lagosta e a comprar jaquimzinhos!!! Existe alguém que tem vindo a meter muito dinheiro ao bolsa!!! Já chega de comissões e de fundos de investimento com paradeiro incerto, este não é o Porto com o qual cresci e vivi.

    ResponderExcluir
  6. Caro amigo
    Compreendo o seu desencanto mas repare que desde que as SAD´s foram criadas em 1997 ganhamos mais campeonatos nacionais que os nossos rivais juntos, temos mais troféus internacionais que os nossos rivais juntos - ganhamos 1 LC, 1 Taça UEFA, 1 Liga Europa, 1 Taça Intercontinental, construímos um Estádio, um Pavilhão Desportivo e o nosso passivo é menor que o do Sporting e metade do Benfica. Não seja ingrato, nem tenha falta de memória - não somos como eles, não lhes dê esse prazer. Confie em quem nos dirige. Este ano tropeçamos, no próximo seremos mais fortes: Somos Porto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De quem nos dirige, eu só confio em Jorge Nuno Pinto da Costa. Porque, uma boa parte das cabeças que nos dirigem, ou que têm poder junto de quem dirige, não o têm assim há tanto tempo, nem sequer acompanham Pinto da Costa desde o início. E nesses, a confiança é zero.

      Excluir
  7. Somos Porto... É verdade... Mas a realidade é esta... Troca de lucros pessoais pelo do clube... Uma vergonha!!! É preciso ja fazer algo...

    ResponderExcluir
  8. Concordo com muito do sumo desta mensagem apreciativa e construtiva, mas julgo (aqui para nós) que mais que andar-se pela internet, nestes casos, a dar achas aos adversários (pois que também lêm isto), dizia, penso que seria de enviar isto diretamente aos responsáveis, via correio particular, de forma a ter mais sucesso. E sobretudo estes assuntos deviam ser colocados em Assembleia Geral, onde por norma poucos sócios aparecem e quase nada de relevante é colocado.

    ResponderExcluir
  9. Sinto que tive uma conversa ou uma troca de ideias com Sr.João Ferreira, pois assino em baixo de tudo que ele escreveu. Doi-me o portismo sempre que me lembro dos nosso queridos e adorados simbolos, e tento establecer comparações com os tipos que temos agora ( aos quais os elogiamos quando chama-mos jogadores). Está tudo a nossa frente só não vemos se não quissermos o que alguns parasitas estão a fazer ao nosso clube...acredito que os nosso hérois do passado não tardam em tomar conta do clube e dar continuidade ao rumo de vitórias que começaram em outras funções, pelo menos é o meu desejo.

    ResponderExcluir
  10. Eu concordo com tudo que diz, tudo!! Temos um clube que perdeu a mística, é hj um clube onde o negocio da venda e compra de jogadores, das comissões, dos empresários comanda tudo!!! Agora. é preciso de uma vez por todas acabar com as vacas sagradas da Sad, o nosso clube está em primeiro lugar, não podemos ter medo de dizer o que a grande maioria dos portistas pensa, sócios e adeptos têm de fazer entender a quem está na administração que o clube é deles, O CLUBE É DOS SOCIOS E ADEPTOS NÃO É UMA EMPRESA PRIVADA!!

    Cump

    ResponderExcluir
  11. Concordo em absoluto com a carta que acabo de ler.Tenho 66 anos de Sócio e o nº 268 de associado.Seria cobarde se não expuzece a minha opinião. Do alto dos meus quase 8O anos, recomendo com toda a educação para o Snr. Jorge Nuno Pinto da Costa abandone a presidência do nosso querido Clube pois por experiência própria afirmo que a partir de uma certa idade o cidadão comum perde qualidades de raciocínio! Seria com alguma mágoa vêr este Snr. ser \"corrido\" do nosso FCP.Conheci muitos grandes Presidentes como o Dr.Cesário Bonito,Dr .Urgel Horta,Dr. Moreira de Sousa, Nascimento Cordeiro e outros que saíram com dignidade. Sr. Pinto da Costa faça o mesmo antes que seja tarde, evite a vergonha de ser assobiado por todos aqueles que agora o bajulam.Haja VERGONHA.....

    ResponderExcluir
  12. Estou de acordo com o João Ferreira, tudo aquilo que ele disse tb o sinto, comissões , familiares empresarios, amigos etc ... Mas acho que nao nos podemos esquecer de uma coisa, o clube para crescer a nível mundial tem que fazer este trajecto de compra e venda, em Portugal a nao somos sustentáveis para chegar a um nível do Barcelona ou Bayern Munique , mas temos que aproveitar a nossa formação , eu nao me recordo desde o Vitor baia a sair um jogador da formação e ser um símbolo do fcporto, nao devemos ter uma formação tão pessima assim!!.
    Realço tb o comentário do Sr que dizia que "nao estamos tão mal assim" , amigo n estamos tão mal assim mas podemos ficar se as coisas nao mudarem rapidamente, nos nao fomos maus só este ano , nos temos vindo a ser maus à desde que o vilas boas foi embora, e atenção até esse momento nao tínhamos rivais à altura!!!! Eu tenho confiança no nosso presidente , nao na SAD mas sim no presidente eu costumo dizer em tom sério que é a única pessoa mais portista que eu , e sei que ele vai mudar muita coisa para a próxima época , mas penso que devia apostar nao no marco Silva mas sim em um treinador comprovas dadas, nos nao pudemos ser um clube de surpresas nos somos um clube de conquistas somos um dos 5 clubes com mais títulos a nível mundial nos últimos 20 anos , nao vamos sacar um Mourinho de 3 em 3 anos, um Mourinho aparece de 50 em 50 anos, por isso peço a nossa estrutura forte para apostar em um treinador com provas dadas e em jogadores que tenham potencial , já chega de licas, Carlos eduardos e Ricardos , melhor do que isso temos na B e jogadores da casa com mística de Dragao. Porque essa mística foi a que me levou a ser Portista...... E vai ser sempre com ela que eu vou viver apesar de anos menos bons!!!
    Saudações portistas

    ResponderExcluir
  13. Obrigado a todos pelos vossos comentários.

    ResponderExcluir
  14. A culpa de termos contratado Reys e mandado embora Rolando vai morrer solteira? A culpa de termos contratado Licá e mandado embora Iturbe vai morrer solteira? A culpa de não ter renovado a tempo com Fernando vai morrer solteira? A culpa de ter contratado Herrera por 10M€ vai morrer solteira? A culpa do modo como foi tratado o caso Ismailov vai morrer solteira? Nao pode morrer.... Tem um nome...Antero Henrriques Tem um responsável... Antero Henrriques O mesmo que só dá a cara nas vitórias e empurra o Presidente para dar a cara nas derrotas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felizmente ainda se conseguiu renovar com o Fernando, mas é óbvio que os tempos tiveram longe de ser os melhores. Sorte que o jogador não fez o que outros já fizeram.

      Excluir
    2. A culpa não pode ser só imputada a Antero Henriques, ainda que este tenha fique com uma fatia bem grande da mesma.

      Excluir
    3. 100% de acordo Dragão da Verdade! Para quando a saida deste elemento? Só dá a cara quando o Porto ganha. E não tem responsabilidade nestes pontos? Parabéns pela sua análise e por ter posto o dedo na ferida!

      Excluir
  15. @ João Ferreira

    folgo em saber quetambém enviaste esta missiva para quem de direito. seria muito bom sinal se obtivesses uma resposta, quanto mais não fosse por respeito da Instituição para com um sócio e adepto que manifesta clara preocupação com o rumo actual dos acontecimentos.

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil ter uma resposta do apoio ao cliente, quanto mais da estrutura administrativa, mas ficamos a aguardar.

      Abraço

      Excluir